X
ACESSO À INFORMAÇÃO

Estrutura de Governo

Apresentação

Equipe 

Subcomandante

Klebertomário da Silva Ferreira

 

Inspetor

Edmilson José da silva

 

Ouvidor

Sílvio César Pinto Pinheiro

 

A Guarda Municipal de Valparaíso de Goiás é considerada um grande avanço para a segurança pública do município. A Lei de criação foi sancionada pelo prefeito Pábio Mossoró em 12 de maio de 2017.

 

A Lei elaborada pelo Poder Executivo, contou com o auxílio e participação do vereador Ferreira, o então vice-presidente da Câmara Municipal e da secretária de Administração e Recursos Humanos, Rosângela Palácio.

 

O projeto que alinha a organização básica da carreira de Guarda Municipal foi aprovada na Câmara Municipal, por unanimidade, na sessão ordinária realizada no dia 06 de maio. 

 

Segundo a lei 13.022, de oito de agosto de 2014, que trata das normas gerais da Guarda Municipal, os princípios gerais são: proteção dos direitos humanos fundamentais; do exercício da cidadania e das liberdades públicas; preservação da vida; redução do sofrimento e diminuição das perdas; patrulhamento preventivo; compromisso com a evolução social da comunidade. O objetivo geral dos guardas municipais é a proteção de bens, serviços, locais públicos municipais e as instalações do município.

 

A criação da Guarda Municipal foi possível graças à união da força e da dedicação de profissionais de diversos segmentos: Governo e Câmara Municipal, Secretaria de Administração e Recursos Humanos, Secretaria de Segurança pública do Estado de Goiás, Ministério da Justiça e Instituto Federal de Goiás (IFG).

 

Após quatro meses de treinamento no Curso de Formação, 61 guardas municipais celebraram a formatura em 10 de novembro de 2017. O curso contou com 44 disciplinas e um total de 1080h, entre aulas práticas, teóricas e estágio operacional.

 

O treinamento foi convalidado pela Conferência Nacional das Guardas, pelo Ministério da Justiça e pelos três entes federados, que são o Instituto Federal de Goiás (IFG), Estado de Goiás e município.

 

A GM começou a operar efetivamente em 13 de novembro 2017, com as seguintes demandas: 

 

a- Patrulhamento PARADA SEGURA 04h30, com a operação, nos principais pontos de ônibus, onde se concentram o maior número de transeuntes; 

 

b- Apoio à SUSFIM, todas as quintas-feiras a domingo;

 

c- Operação FIM DE ANO, com patrulhamento em diversos pontos da cidade;

 

d- Trabalho de vigilância em postos fixos (espaços públicos), sendo comum a abordagem de usuários de drogas.

 

 

 

Anexos