Palestra sobre regularização do MEI acontece na Sec. de Desenvolvimento Econômico .:. Prefeitura Municipal de Valparaíso de Goiás

Empreendedorismo
Palestra sobre regularização do MEI acontece na
Sec. de Desenvolvimento Econômico

Palestra sobre regularização do MEI acontece na Sec. de Desenvolvimento Econômico

Tornar-se Microempreendedor Individual é um bom caminho para quem trabalha por conta própria
Publicado em 01/02/2018 às 11:36

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico, por meio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) realizou na quarta-feira (31) uma palestra sobre o registro dos Micro e Pequenos Empreendedores (MEI). A palestra foi realizada na própria secretaria, no Valparaiso II. Ao todo, 30 pessoas que tem como objetivo empreender no município estiveram presentes.

 

Para ser um microempreendedor individual, é necessário faturar até R$ 81.000,00 por ano ou R$ 6.750,00 por mês, não ter participação em outra empresa como sócio ou titular e ter no máximo um empregado contratado que receba o salário-mínimo ou o piso da categoria.

 

O MEI é enquadrado no Simples Nacional e fica isento de tributos federais como o Imposto de Renda, PIS, Cofins, dentre outros impostos.

 

Segundo dados do Institulo Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), hoje no país já são mais de 7,6 milhões de MEIs em mais de 500 profissões, como artesãos, pintores, chocolateiros, boleiros, manicure, depiladoras, diarista, cuidador de animais, entre outras. O MEI é o profissional que trabalha por conta própria e que se legaliza como pequeno empresário.

 

As vantagens de se ter o registro no MEI são inúmeras, tais como:

1) Regularização do próprio negócio - O benefício para o MEI está na formalização, que possibilita emitir notas fiscais, ter acesso a créditos especiais e aumentar a confiabilidade;

2) Facilitação na burocracia – todo o registro é feito gratuitamente no portal do empreendedor;

3) Isenção de impostos - O MEI tem isenção nos tributos federais;

4) Direito a benefícios previdenciários - A categoria está protegida pela Previdência Social;

5) Simplificação da escrituração contábil e fiscal - Só existe uma obrigação fiscal básica para o MEI: comprovar que seu faturamento ao ano não ultrapassa a soma de R$ 81 mil/ano.

 

Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Valparaíso de Goiás, com colaboração do site do SEBRAE e do Jornal Contábil.