X
ACESSO À INFORMAÇÃO

Notícias

postado em 14/09/2018 em Assistência Social e CidadaniaSETEMBRO AMARELO

SETEMBRO AMARELO: CAMINHADA PARA A VIDA REÚNE ESTUDANTES, GOVERNO, EMPRESAS PRIVADAS E ENTIDADES EM FAVOR DA VIDA

O intuito foi abrir espaço para debates sobre suicídio, além de divulgar o tema e alertar a população sobre a importância de sua discussão e prevenção

O Governo Municipal de Valparaíso de Goiás em parceria com o Centro de Valorização da Vida – CVV realizou na manhã desta sexta-feira, 14 de setembro, a Caminhada Para a Vida. A ação contou com apoio da comunidade escolar, saúde, assistência social e envolvimento dos segmentos da sociedade, esporte, segurança, empresas privadas e movimentos sociais.

 

O evento realizado na Praça da Etapa A reuniu mais de 400 pessoas, contando com alunos de 10 Escolas da Rede Municipal de Ensino e ainda, Escolas da Rede Pública Municipal de Santa Maria.

 

Os Organizadores organizaram momentos didáticos e reflexivos, além de apresentações de banda, dança, depoimento de superação de jovens e apresentações de cartazes com direito a troféus para o 1º, 2º e 3º colocados.

 

Segundo o professor Lacerda do Centro de Valorização da Vida - CVV, entidade de apoio emocional e prevenção do suicídio, o município de Valparaíso de Goiás foi efetivo na implementação de fortalecimento do tema. “Parabéns a todos de Valparaíso que de uma forma muito sensível está instrumentalizando e propagando o projeto Setembro Amarelo, que desde de 2003 vem com o intuito de mobilizar todas as pessoas. Aqui a prefeitura pegou a ideia e fez acontecer, foi efetiva, o que é importante, além de assumir esse responsabilidade com implementação e fortalecimento da rede (educação, esporte, cultura, saúde, assistência social). Isto  é fundamental e gratificante”, pontuou.

 

O intuito da ação foi gerar reflexão sobre a prevenção das doenças e distúrbios que podem levar ao suicídio, o objetivo foi unir forças com os municípios vizinhos, a fim de disseminar estratégias para conscientização do público em geral, bem como dos profissionais que colaboram e vivem diariamente a realidade de lidar com pessoas em estado de profunda depressão emocional, sabendo que existe prevenção em mais de 90% dos casos, segundo a Organização Mundial da Saúde. 

 

De acordo com o Centro de Valorização da Vida, o suicídio é considerado um problema de saúde pública e mata 1 brasileiro a cada 45 minutos e 1 pessoa a cada 45 segundos em todo o mundo. Pelos números oficiais, são 32 brasileiros mortos por dia, taxa superior às vítimas da AIDS e da maioria dos tipos de câncer. “O CVV tem ouvido pessoas há mais de 50 anos atuando no Brasil de forma acolhedora, sem julgar. No ano passado (2017) nós ouvimos 2 milhões de pessoas. Este ano nosso grande objetivo é divulgar o 188”, completou Lacerda.

 

 

Falar é a melhor opção!

 

O suicídio tem sido um mal silencioso, pois as pessoas fogem do assunto e, por medo ou desconhecimento, não veem os sinais de que uma pessoa próxima está em estado de profunda depressão.

 

Quando as pessoas dizem “eu estou cansado da vida” ou “não há mais razão para eu viver”, elas geralmente são rejeitadas, ou então são obrigadas a ouvir sobre outras pessoas que estiveram em dificuldades piores. Nenhuma dessas atitudes ajuda a pessoa sob risco de suicídio.   Então, A TAREFA MAIS IMPORTANTE É OUVI-LAS EFETIVAMENTE.

 

Ouvir é por si só o maior passo para reduzir o nível de desespero suicida. O objetivo é dar à pessoa a esperança de que as coisas podem mudar para melhor. De acordo com o terapeuta integrativo Marcos Santana, vice-presidente da Frente Parlamentar de Valorização da Vida, Prevenção ao Suicídio, Automutilação e Cyberbullying do DF, a intenção do projeto desenvolvido no município de Valparaíso de Goiás é quebrar o tabu. “Falar sobre a valorização da vida é de uma importância muito grande, temos que atender todo o público que está vulnerável por isso trouxemos cursos para gerar multiplicadores no município.”, lembrou.

 

Quem se interessar pelo trabalho pode se tornar um voluntário que escute essas pessoas. Vale lembrar que o CVV – Centro de Valorização da Vida realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, email e chat 24 horas todos os dias.

 

Junte-se a nós, seja solidário e abrace a vida você também!

 

 

Confira a programação:

 

03 de setembro (segunda-feira) 

Curso de escuta qualificada (parte teórica)

Horário: 8h às 12h e 13h às 17h

Local: CESB – 200 pessoas (auditório)

Facilitador: Lacerda

OBS: Vagas preenchidas

 

08 de setembro (sábado) 

Curso de escuta qualificada (parte prática)

Horário: 8h às 17h, 50 vagas período da manhã, 50 vagas

período da tarde.

Local: CESB (auditório – reserva a ser confirmada)

Facilitador: Lacerda

OBS: Vagas preenchidas

 

 

Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Valparaíso de Goiás

Imagens
COMPARTILHAR ESSA NOTÍCIA