Superintendência de Arrecadação Municipal realiza curso de formação de fiscais tributários municipais .:. Prefeitura Municipal de Valparaíso de Goiás

Capacitação
Superintendência de Arrecadação Municipal realiza curso de
formação de fiscais tributários municipais

Superintendência de Arrecadação Municipal realiza curso de formação de fiscais tributários municipais

O curso tem como objetivo a atualização e aperfeiçoamento das leis para os fiscais
Publicado em 10/05/2017 às 14:20

Nesta quarta feira, 10 de maio, a  Secretaria de Finanças, por meio da Superintendência de Arrecadação Municipal, iniciou o curso de “Formação e atualização de fiscais tributários municipais”, nas dependências da Faculdade CESB. O objetivo do curso, que terá duração de três dias,  é oferecer aos servidores fiscais uma oportunidade de conhecimento das leis vigentes sobre o direito tributário e a arrecadação municipal.

 

O palestrante do curso, Francisco Ramos Mangieri – advogado, consultor tributário e professor de Direito Tributário – enfatizou a importância do curso. “Os calouros assumem a função muitas vezes sem saber normas básicas e são obrigados a aprender com o tempo e na marra, rotina que, quase sempre, acaba incorporando as suas práticas vícios que o perseguirão por toda a sua carreira profissional.”

 

O curso será dividido em quatro temáticas: Noções de direito tributário; Atos e procedimentos de fiscalização; Elementos do ISS (Imposto sobre serviços) e questões atuais; Os tributos imobiliários do município. Para o Secretário de Finanças, Milton dos Reis, a capacitação de servidores é uma marca do atual governo. “O curso é muito importante para a capacitação de funcionários, o objetivo é aumentar a arrecadação do município. Todos os envolvidos da área irão tirar bastante proveito do curso”, comentou o secretario.

 

Para a Superintendente de Arrecadação Municipal, Cleonice Bernardo, Valparaíso está sendo pioneiro nesse curso. “O município tem 22 anos de emancipação e nunca tivemos um curso de atualização tributária. Muitos princípios que estão na Constituição Federal e no Código Tributário Municipal não estavam sendo respeitados, estávamos agindo com base nas práticas de Luziânia. Esse curso servirá como o pé para a nossa fiscalização, como se nós tivéssemos nascendo agora”, disse.

 

 

Texto: Victor Henrique

Fotos: Sérgio Grant